7 CONSELHOS PARA REDIRECIONAR A SUA CARREIRA APÓS SER MÃE

DesktopImage
0
Está grávida ou acaba de ter um bebé? Com a maternidade, muitas vezes, as coisas mudam e, por vezes, é preciso pensar em encontrar um novo rumo, um novo objetivo laboral que se adapte a si e à sua família.

Já é mamã! O que pensa da ideia de voltar ao trabalho?

No tempo que decorre desde o início até ao fim da baixa de parto, depois de já ter conhecido o seu bebé e de se terem passado alguns meses, há muitas mulheres que se apercebem que o emprego que tinham já não as faz felizes por algum motivo: pode ter perdido o sentido para elas (acontece, às vezes, e pensa: "mas o que é que estou a fazer, se este trabalho não me traz nada!"), o sentido da prioridade (antes era o mais importante para si, mas agora há um mini você que requer a sua atenção e o seu carinho) e pode "dificultar-lhe" a vida enquanto mãe, ao exigir-lhe muitas horas de dedicação, longas viagens, etc.

E SE MUDAR DE VIDA?

Se a ideia de mudar de emprego a entusiasma (embora com uma pitada de receio e apreensão), ponha mãos à obra e não desanime. A maternidade proporciona-nos "distância" e "perspetiva" em relação à nossa vida, a possibilidade de vermos tudo de uma outra forma, por isso, se anda a pensar em que direção profissional deve seguir, agora que a dinâmica da sua família mudou, permita-se sonhar com novas possibilidades.

1 - O que tem para oferecer?

A sensação de estar presa num trabalho que não a realiza pode aumentar a partir do momento em que se torna mãe: por que motivo é que vai passar tantas horas longe dos seus filhos a fazer algo de que não desfruta? Comece por pensar nos seus pontos fortes e em todas as capacidades e competências que possui e em como poderia utilizá-las num emprego ou num setor diferente? Mais perto de casa? Tente entrar em contacto com o diretor de recursos humanos de uma empresa que lhe interesse e descobrir quais as qualidades e competências que procuram.

2 - Faça o que gosta, agora

O que a move, o que lhe acende a paixão, o que gosta. Pinte, dê aulas de canto, escreva, planeie, decore... Irá adorar ganhar assim a vida. Pode apoiar uma causa, um projeto comunitário, pense nos contactos de pode precisar para fazer com que isto aconteça e ponha-se em ação.

3 - Seja o seu próprio chefe

Costumava ser feliz fazendo parte de uma equipa ou até como responsável de uma, mas a ideia de voltar a trabalhar sob o comando do seu chefe e a política do escritório agora provoca-lhe ansiedade... Então, diga adeus ao seu chefe e transforme-se na dona do seu próprio destino. São cada vez mais as pessoas que apostam numa vida independente ou de empresária, porque gerir um pequeno negócio a partir de casa oferece muitas vantagens: a satisfação de criar algo para si, criar uma nova empresa, não ter que se deslocar, poder passar mais tempo com os seus filhos, etc. No entanto, é fundamental planear bem e ter aconselhamento jurídico, por isso assegure-se que conta com ajuda profissional para poder ponderar cuidadosamente esta opção!

4 - Em busca da flexibilidade

Trabalhar de forma flexível é ideal para muitas mães, porque lhes proporciona tempo para serem mãe, sem deixarem de contribuir financeiramente e de se realizarem profissionalmente. Existem excelentes empresas que podem ajudá-la a encontrar um trabalho flexível, mesmo a partir de casa, num campo que lhe interesse. Procure no google "trabalho flexível"!

5 - Utilize a sua experiência

Há muitas mulheres que ganham a vida com a experiência adquirida ao longo dos anos, dando ações de formação a outras pessoas. Poderia ser consultora ou guru da alimentação? Encontrar clientes pode revelar-se complicado e demorar tempo, mas é aqui que as redes sociais intervêm: precisa do seu próprio site e de uma forte presença nas redes sociais para atrair clientes.

6 - Melhore a sua marca pessoal

Quer seja por aquilo que os outros conhecem de si, como as pessoas a veem ou pelo que dizem quando não a está a ouvir. Certifique-se que se alguém a pesquisar na Internet só encontrará coisas boas: que o seu perfil no LinkedIn representa-a de forma positiva, que enumera as suas realizações e define os seus objetivos. O mesmo nas redes sociais: como se apresenta? E a sua imagem? Mostre o melhor de si nas fotografias: use Pantene Pro-V, siga os seus conselhos, tome nota das suas dicas para inovar nos seus penteados e orgulhe-se do seu cabelo! Ficará surpreendida com a importância que as pessoas (em especial as que estão a planear contratá-la) atribuem a coisas como o cabelo ou as unhas!

7 - Mude ao ritmo da vida

Se os seus filhos chegaram a uma idade em que se tornaram um pouco mais independentes, é possível que encontre uma forma mais dinâmica de viver. Sente falta de fazer parte de uma equipa? Apetece-lhe um novo desafio? Não tenha medo de fazer mudanças regulares para se adaptar às circunstâncias. Inscreva-se em agências de trabalho temporário e fale com os seus amigos e contactos sobre oportunidades de trabalho e investigação. Como pode usar a sua experiência para se tornar "atraente" no mercado de trabalho que lhe interessa? A oportunidade está lá!

 

O que opina sobre tudo isto? Mudou recentemente de emprego por causa da maternidade ou por outra circunstância? Partilhe a sua história connosco através de um comentário!

0

Quer escrever um comentário?