MAMÃ, TENHO MEDO DE ANDAR DE AVIÃO!

mama-medo-andar-aviao
0
Andar de avião pode ser uma experiência emocionante para algumas crianças, mas um pesadelo para outras. Duas mães falam-nos das dicas que utilizam para acalmar e entreter os seus filhos durante o voo. Tome nota!

Amber e Robin partilham connosco os jogos que conhecem para as crianças poderem viajar descansadas e sem medo de andar de avião.

Muitos pais concordam que manter as crianças sentadas durante longos períodos de tempo pode deixá-los irrequietos e irritadiços. O que podemos fazer para ficarem calmas e relaxadas e chegarem mesmo a divertir-se?

Desviar e distrair a sua atenção

Amber Ouye-Cavala, escritora e mãe de duas crianças pequenas, tem família em França e nos Estados Unidos, pelo que viaja de um lado para o outro com elas desde que nasceram. "Quando eram bebés, era fácil viajar", conta-nos. "Não se apercebiam do que estava realmente a acontecer. Agora que cresceram, o maior problema é mantê-las sentadas durante longos períodos de tempo, por isso tenho de distrai-las e desviar-lhes a atenção do que se está a passar".

"Durante a descolagem e a aterragem, dou-lhes pequenos presentes. Isso tira-lhes a vontade de se levantarem". Os seus filhos também adoram autocolantes, por isso Amber deixa-os decorar os assentos. "Mantém-nos ocupados durante os 5 ou 10 minutos que dura a descolagem" diz Amber, rindo. Na altura da aterragem, as crianças entretêm-se a descolar e retirar os autocolantes com que decoraram os seus lugares, portanto também estão concentrados nesta tarefa durante alguns minutos.

Levar alguma coisa para comer, como uma sanduíche, por exemplo, ajuda sempre a libertar a pressão dos ouvidos, que é tão incomodativa. O que nunca falha é uma sanduíche de fiambre ou fatias de maçã descascada para mastigarem. Tal como nos adultos, comer distrai-os e, por isso, Amber leva sempre uns pacotes com os seus "snacks" favoritos durante o voo.

Relaxar durante o voo

Por vezes, a turbulência ou as aterragens mais agitadas deixam a filha de Amber nervosa. "Assusta-se e agarra-se a mim com força", explica-nos. "Eu digo-lhe que estamos em segurança e que vai correr tudo bem. Digo-lhe para olhar para o seu irmão, que está a desfrutar o passeio". Tomar como referência a calma de outras crianças tranquiliza-as. Ver os filmes que passam no avião também distrai a sua filha durante a turbulência. "Deixo as crianças verem os filmes que querem. É como um tratamento para elas. E além disso mantém-nas sentadas durante horas".

Não alterar a rotina do sono

Para Amber, a diversão termina sem discussões quando chega a hora de dormirem. Diz-nos para não variarmos as rotinas de descanso das crianças: "Apanhamos voos noturnos que coincidam mais ou menos com a hora e o tempo de dormirem. Tentamos manter a rotina como se estivéssemos em casa e até lhes vestimos o pijama na casa de banho do avião".

Educar antes de voar

Robin Kelman, vice-presidente de uma agência de comunicação, corredora ávida e mãe de quatro crianças, vive em Lafayette Hill, Pensilvânia e diz-nos que o seu filho de 12 anos de idade tem medo de andar de avião, em especial da descolagem. Robin prepara-o antes da viagem, explicando-lhe cuidadosamente tudo o que vai acontecer e o que vai ver à sua volta e, sobretudo, a segurança das viagens de avião. "Explico-lhe que acontecem mais acidentes de carros do que de aviões. E que se nos preocupássemos com todas as coisas que nos poderiam acontecer, acabaríamos por não apreciar nem um segundo dos prazeres da vida".

Durante a descolagem, aterragem e turbulências, Robin ajuda o seu filho a praticar exercícios de respiração. "Também utilizamos esta prática em casa para manter a calma quando está ansioso". Manter-lhe a mente ocupada com um filme ou um tablet também consegue deixá-lo relaxado.

Não se esqueça...

  • Previna a ansiedade das viagens de avião, informando os seus filhos sobre a segurança que existe neste meio de transporte. Quanto melhor a compreenderem, mais calmos irão estar durante a viagem.
  • O objetivo é desviar e distrair a sua atenção com jogos, lanches e filmes.
  • Também ajuda dizer aos seus filhos que se sentirem o estômago às voltas ou borboletas na barriga não é por terem medo, mas sim pelo entusiasmo da viagem, porque vão descolar rumo a uma nova aventura.

Gostou deste artigo? Faça Gosto ou deixe-nos um comentário. E se preferir uma escapadinha curta em família, também temos algumas ideias que vai adorar. Clique aqui e descubra-as!

0
Tile or Banner Image

Registe-se no Para Mim hoje!

Inscreva-se para acesso exclusivo a cupons e amostras grátis

Quer escrever um comentário?