DIA DOS NAMORADOS: CONSELHOS AMOROSOS!

dia-namorados-conselhos-amorosos
0
Sobre o amor sempre se disse "há que cuidá-lo" e é certo, há que mimá-lo, alimentá-lo e protegê-lo dos descuidos e do desgaste, se não o amor foge, adormece ou simplesmente desaparece. Por isso, no Dia dos Namorados gostamos de lembrar que o amor não vive dos detalhes de apenas um dia. Vive dos detalhes de todos os dias.

Se necessitar de um pouco de inspiração ou de um empurrão para recuperar a magia na sua relação de casal, deixamos-lhe aqui alguns "mandamentos" combinados com truques e conselhos amorosos para cuidar... do amor. A intenção já a tem!

Ame o seu parceiro sobre todas as coisas
Dê-lhe atenção e carinho todos os dias, como a uma flor, para que não se sinta abandonado ou pouco importante. Por mais ocupada que esteja encontre tempo para os dois, para falarem dos vossos objetivos e sonhos, para construir uma amizade e uma união mais carinhosa e sensual.

Não tome o nome do amor em vão
O amor verdadeiro é algo único e muito especial, não o confunda com outros sentimentos imprevistos. Não se distraia, valorize o que tem e seja coerente consigo e com o seu parceiro.

Santifique as datas especiais
Recordar esses dias em que aconteceu algo especial, um aniversário, um nascimento ou uma data sentimental significativa é importante. Não é necessário uma prenda, ou uma celebração luxuosa. Será suficiente lembrar-se. Faça algo ou tenha um gesto carinhoso para com essa pessoa tão especial que faz parte da sua vida. Que tal um jantar surpresa em casa à luz das velas? Ou no restaurante que mais gostam?

Honre a vossa família
E isso inclui a dele, a sua e a que têm em conjunto. Você e o seu parceiro estão no mesmo barco e deverão tentar remar na mesma direção, por isso, respeite, entenda e assuma de onde vem e para onde vão juntos, apoiando-o. Coloque-se a seu lado quando surgem problemas no "mundo exterior", seja um apoio.

Não "mate"
O aborrecimento, a frustração e as fricções diárias podem chegar a matar o amor. Tenha em conta que necessitará de cerca de 20 comentários positivos para contrariar o dano causado por um comentário negativo. O ser humano é muito sensível. Tenha calma, reconheça as suas conquistas em voz alta, os seus pontos de atração. Diga ao seu companheiro o que sente e o que a faz sentir bem. Se gosta da sua forma de ser, do que pensa, do que faz ou como o faz, ele é a primeira pessoa que tem que saber.

Cometa atos puros
O tato humano liberta endorfinas que fazem com que quem dá e recebe carícias se sinta bem. Pegue nas mãos do seu companheiro com maior frequência, acaricie a sua cara, relembre a forma como se tocavam no início da vossa relação, abrace-o pela cintura... o contacto físico ajuda a fortalecer as relações. E lembre-se: uma união sólida pode enfrentar qualquer tempestade.

Sim, roube
Sempre que possa. Abraços, sorrisos, olhares e beijos. Ofereça pequenas demonstrações de amor como agradecimentos sinceros, um pequeno-almoço na cama "porque sim", num sábado qualquer, uma mensagem bonita, uma carta escrita pela sua mão no correio...

Não preste falsos testemunhos ou diga mentiras
Não é segredo que uma mentira destrói a confiança. Quando mente, cria em si uma espécie de sujidade e quando o seu parceiro descobre, algo quebra no seu interior. Reconstruir a segurança e o laço sincero da relação requer muito esforço, transparência e humildade, para além das boas intenções. Por isso, antes que tenha de corrigir um erro, pense duas vezes se valerá a pena mentir.

Tenha pensamentos positivos e escute
Os conflitos são algo normal e até saudável em qualquer casamento. Fale menos e escute mais, tentando ver o "lado bom das coisas". As culpas, os insultos, as pegas não trazem nada de bom; a compreensão e as boas intenções, sim. Tenha em conta que os sentimentos à flor da pele necessitam de ser expostos e que, por vezes, precisamos apenas de prestar mais atenção ao que o outro nos diz para nos sentirmos próximas.

Não cobice o alheio, em geral
Porque se o faz é porque não está feliz, nem está contente com o que tem. A inveja é a porta da infelicidade, a mente fica obsessiva e isto destrói a paz do casal.

Ame o seu parceiro como a si mesma
Com todos os seus defeitos e virtudes, na felicidade e nos conflitos, de forma sincera. Comporte-se com o seu parceiro como gostaria que ele se comportasse consigo. Mas atenção! Isso não inclui as prendas: para oferecer algo pense apenas na outra pessoa, nos seus gostos, sonhos, e naquilo que o fará feliz.

Gostou deste artigo? Clique em "gosto" ou deixe-nos o seu comentário! Talvez também tenha interesse em consultar Formas de dormir em casal: significados.

0

Quer escrever um comentário?