Praga, uma cidade dos contos de fadas

PRAGA, UMA CIDADE DOS CONTOS DE FADAS

Pela sua história, pela sua arquitetura, pelas suas ruas e cores, entrar em Praga é como abrir as páginas de um conto de fadas. E visitá-la uma vez fará com que queira voltar a fazê-lo, de certeza. O nosso conselho é que a primeira vez que a visite seja no verão, para poder explorar cada centímetro da cidade e tirar todas as fotos que quiser. Em Praga há neve até em outubro!


A história de Praga vai tão longe quanto o Reino de Boémia. As suas catedrais, os seus museus e galerias fazem desta uma das cidades mais belas do mundo. É a capital da República Checa, antes foi a capital do Reino de Boémia e da Checoslováquia, e hoje é também a capital da região de Boémia.

À medida que caminha pelas suas ruas, vai descobrindo traços de estilos gótico, renascentista e barroco, todas elas salpicadas por milhares de turistas que se sentem atraídos pela sua beleza.

Para todos aqueles que queiram viajar pela sua história e sentir na pele o romance e alma da cidade histórica, o mínimo é dedicar à viagem três ou quatro dias. E quanto à roupa a levar? Não se preocupe demasiado em ir bem vestida para Praga, sentir-se-á muito melhor com roupa solta e cómoda. Leve calções e camisas!

A primeira coisa que deve fazer é visitar o seu castelo, um dos lugares mais simbólicos da cidade. Na grande porta de entrada encontrará soldados checos, muito sérios, em posto junto a estátuas gigantes. O castelo, apesar dos sucessivos incêndios e invasões que sofreu, é um dos mais notáveis, dispendiosos e emblemáticos vestígios do grande passado histórico, cultural e social da cidade, e o maior castelo antigo do mundo.

Construído no século IX, foi residência dos reis de Boémia, imperadores do Sagrado Império Romano. Nele encontram-se as Joias da coroa de Boémia, e alberga no seu interior lugares muito importantes para visitar: a Catedral e a Torre, entre outros. A Torre, de estilo gótico, foi uma prisão até os finais do Séc. XVIII e obteve o nome do seu primeiro recluso, Dalibor de Kozojed, uma personagem de lenda construída com um violino que aprendeu a tocar na prisão enquanto esperava a sua sentença. Conta-se que os habitantes de Praga sentiam as tristes e melancólicas melodias que se faziam ouvir da torre. Emocionados, levavam comida e incentivo ao jovem Dalibor!

Por outro lado, a Praça da Cidade Velha é um bom lugar para jantar e ir às compras, e para desfrutar com todos os sentidos. Não pode esquecer-se da Torre da Câmara Municipal, com o seu impressionante Relógio Astronómico, nem a Ponte de Carlos, um lugar único para tirar uma fotografia e pedir um desejo a São João Nepomuceno. Se tiver tempo, depois pode visitar o Museu do Brinquedo (o segundo maior do mundo), localizado nas ruas secundárias do castelo e que alberga uma chamativa coleção de Barbies que as mais pequenas da família vão adorar.

No dia seguinte, pode visitar a Região de Karlovy Vary, o metro, e ver as igrejas e as casas da cidade. Se gosta de tours panorâmicos, pode apanhar o comboio e conhecer facilmente toda a cidade. O Jardim Zoológico da Região de Troje ou o teatro de fantoches também são algo digno de se ver. De qualquer forma, não se vá embora de Praga sem provar a sopa de cebola ou os pratos de carne acompanhados de batatas picantes.

Quando se trata de ir às compras, Praga é muito mais acessível em comparação a outros países europeus. Um fantoche, uma catedral em miniatura, cristais de Boémia, jogos de porcelana de luxo ou qualquer outro artigo de artesanato ou joalharia será uma boa lembrança para imortalizar a sua passagem pela cidade. É o mais típico!

Gostou deste artigo? Faça “Gosto” ou deixe um comentário. Consulte ainda a nossa secção de Tempos Livres.

Registration

Torne-se membro do Para Mim e beneficie de ofertas exclusivas

Torne-se Membro

Confirme os seus dados pessoais

Para finalizar o processo, preencha por favor os dados seguintes

Adorei Praga e recomendo vivamente. Quem gosta da época natalícia, nada como ir em Dezembro com a grande árvore na praça e, todo aquele espírito natalício. Se preferem o calor, aproveitem bem o verão para fazerem a cidade a pé, é magnifica e tem uma grande oferta de locais a visitar. As pessoas são muito afáveis e hospedeiras. Se quiserem uma experiência diferente, podem alugar quartos em casas particulares. Vão e aproveitem, já fui duas vezes e quero ir mais umas.....50!!! :)

  • Reportar

Praga inspira-nos!!!!

  • Reportar