INVENTE O SEU PRÓPRIO CONTO DE FADAS!

INVENTE OS SEUS PRÓPRIOS CONTOS DE FADAS!

Ler contos de fadas aos seus filhos é bom, tem um efeito curativo. “Os miúdos precisam dos sonhos e da esperança que os contos de fadas oferecem”, diz Jessica Hardiman, mãe de dois filhos e escritora de livros infantis. Durante muito tempo leu contos de fadas aos seus filhos e agora escreveu o seu próprio livro.


Documento sin título

A maioria dos pais sabem que é importante ler contos e histórias às crianças, mas alguma vez parou para pensar porquê?

Quanto perguntaram a Albert Einstein como devia preparar-se a sociedade para o futuro, ele respondeu: “Ler às crianças”. Uma das nossas contadoras de histórias favoritas, Astrid Lindgren, desenvolveu a ideia: “Como o mundo de amanhã vai ser dependerá em grande medida do grau de imaginação dos que hoje estão a aprender a ler.” Ter alguém que lhes leia, ajuda as crianças a compreender o mundo em que vivemos, a fazer uma imagem do mesmo e até a lidar com ele.

No entanto, o tempo dedicado à leitura no lar foi reduzido para metade nos últimos anos e os jovens hoje passam mais tempo em frente ao computador ou com videojogos do que a ler livros.

A batalha do bem contra o mal

A par da diminuição da leitura, existe também um declínio na narração de histórias e as crianças têm necessidade de contos de fadas tanto contemporâneos como tradicionais.

Nos contos de fadas, o tema central é a luta do bem contra o mal e a merecida vitória do bem. “As crianças precisam conhecer o lado negro, mas é importante apresentar-lhes um final feliz para que percebam que mesmo que encontremos obstáculos difíceis na nossa vida, voltaremos sempre a encontrar a felicidade”, diz a autora Jessica Hardiman.

O seu livro intitula-se “São Valentim – a poção mágica” e é um livro para crianças muito bem ilustrado ao estilo dos contos de fadas. Conta a história de São Valentim que quando vê uma menina a chorar porque os seus pais se vão separar, inventa uma poção mágica e dirige-se à Terra.

Nos contos de fadas tradicionais é frequente o herói ser uma princesa ou um príncipe que representa o bem, enquanto o mal é representado por uma bruxa ou um dragão. É esta distância em relação aos personagens que reduz o impacto dos aspectos terríveis da história, diz Hardiman. “A minha aventura começou quando o meu filho de seis anos me perguntou sobre a morte e percebi que seria mais fácil falar com ele se o fizesse em forma de conto de fadas. Comecei a escrever para contar aos meus filhos os contos que eles precisavam pois é uma boa forma de consolar uma criança e falar de temas difíceis.”

Se quiser seguir os passos de Jessica, invente também os seus próprios contos de fadas para os seus filhos. Não coloque entraves, podem ser sobre qualquer coisa, só necessitam de certos elementos chave para que a história seja divertida e eficaz. Estes são três exemplos de ingredientes sempre necessários:

  • Simplicidade: Tudo na história deve relacionar-se com o tema principal.
  • Tensão: Todos os contos de fadas contêm uma pergunta a que não podemos responder até ao final da história.
  • Emoções: Todos nos identificamos através das emoções. Este é um dos ingredientes mais fortes de um bom conto de fadas.

Experimente e rapidamente vai aumentar o seu interesse. Bastará ver alguns filmes e séries da moda, para perceber que muitas estão baseadas nos contos de sempre. Está à espera de quê?

Limpe o pó das engrenagens da sua imaginação e experimente a arte de contar histórias.
Gostou deste artigo? Esperamos que sim! Clique em gosto ou deixe-nos ou um comentário. Talvez queira ler mais sobre aumente a confiança dos seus filhos adolescentes ou organize uma festa de aniversário para a sua filha.

Registration

Torne-se membro do Para Mim e beneficie de ofertas exclusivas

Torne-se Membro

Confirme os seus dados pessoais

Para finalizar o processo, preencha por favor os dados seguintes