COMO AJUDAR O SEU FILHO NUMA ENTREVISTA

COMO AJUDAR O SEU FILHO NUMA ENTREVISTA

Em breve acabará os estudos e irá começar à procura de trabalho, um estágio, um trabalho de verão ou um emprego mais sério. Mas para tudo isto terá de fazer entrevistas e terá de saber “vender-se” ao entrevistador. Vai estar uma pilha de nervos e você não poderá falar por ele, mas pode ajudá-lo. Quer saber como? Continue a ler!


Ajude o seu filho a transmitir a imagem que ele precisa para arranjar um trabalho: ter um aspeto limpo, arranjado e a ir sempre vestido para impressionar. Quer seja para estagiar num escritório ou para trabalhar numa loja, estas dicas irão ser muito úteis para o seu filho. Com elas aprenderá a causar a melhor impressão numa entrevista! 

Para ser um jovem trabalhador

Quando sabe em que é que vai trabalhar e se vêm as capacidades e a aptidão já é mais de meio caminho andado. Seria bom, antes de ingressar no verdadeiro mundo do trabalho, que o seu filho já contasse com uma experiência laboral anterior, talvez ajudando no escritório de um amigo da família, numa loja do seu bairro ou em ações de voluntariado, para se ir habituando a um ambiente profissional e a sentir-se menos intimidado a falar com estranhos. E isso também ajudaria para efeitos de currículo. Tente informar-se sobre como correu essa experiência de trabalho para saber quais as áreas em que precisa de melhorar. 

Ir preparado para a entrevista é fundamental

É muito importante que o seu filho se informe o máximo possível sobre a empresa e a função a desempenhar. Estar bem informado, empenhado e entusiasmado numa entrevista de emprego contribui muito para causar uma boa impressão. O entrevistador gostará de ver que um novo colaborador terá orgulho do seu trabalho e estará disposto a representar a empresa de uma maneira positiva. Por isso, ajude o seu filho a informar-se, consultando o site da empresa e as redes sociais para ficar a par das últimas notícias antes da entrevista. 

Pratique, ponha-o à prova!

Conseguirá que ele se habitue a responder a perguntas de uma maneira positiva e de forma a impressionar. Para isso, simule um cenário típico de entrevista, fazendo algumas perguntas, como:

 “O que lhe interessa sobre esta função?”

“O que pensa que irá aprender com a função?"

“Por que é que lhe devo oferecer o cargo?”

Dê-lhe oportunidade para preparar boas respostas e a colmatar a sua falta de experiência no setor. E diga-lhe que estas frases ajudam sempre: “sou organizado e consigo aprender rapidamente” e “gosto de trabalhar em equipa”.

Registration

Torne-se membro do Para Mim e beneficie de ofertas exclusivas

Torne-se Membro

Os detalhes contam

É impossível que o seu filho, com a idade que tem, tenha uma grande de experiência de trabalho ou grandes feitos para enumerar no CV, mas dar pormenores sobre qualquer experiência anterior que ele tiver ajuda sempre e transmite confiança ao entrevistador. Deste modo, poderá ter uma ideia do que ele é capaz de fazer. Se é capitão de uma equipa, se liderou um projeto desafiante na universidade, se fez voluntariado numa ONG ou se tem o seu próprio blogue, tudo isto é importante, porque implica uma aprendizagem. 

É igualmente importante dar a mostrar o tipo de pessoa que é, enumerando as suas qualidades e interesses. Metódico e paciente, amante dos animais, criativo, bom na resolução de problemas em situações de crise ou em assumir a responsabilidade. O mais importante é ser honesto, sempre sob uma luz positiva. Estas qualidades poderão torná-lo na pessoa certa para o cargo em questão ou para outro que pode surgir mais tarde. 

Como criar a impressão certa

Bem arranjado, com a roupa limpa e engomada. Isto é muito importante. Dependendo do trabalho em questão, poderá não ser necessário ir com um fato formal e gravata. Mas uma aparência arranjada é essencial: limpo, cabelo penteado, a cheirar a fresco e bem barbeado ou com uma maquilhagem natural irá mostrar que o seu filho ou filha está empenhado. Lembre-o para olhar o entrevistador nos olhos – esta atitude demonstra confiança e maturidade, mas pode custar-lhe um pouco no princípio. É normal! 

Confiança em si mesmo

E sem nada que o incomode. Pode parecer uma tolice, mas ajuda muito saber que têm o hálito fresco e que não têm placa nem cáries nos dentes. Tanto para eles como para o entrevistador este é um ponto muito, muito positivo. Portanto, certifique-se que o seu filho lava os dentes com uma escova recarregável e uma pasta de dentes de qualidade, como Oral-B. A sério, é um antes e um depois, e um sorriso brilhante é imbatível. 

Termine em grande

Uma vez terminada a entrevista, incentive-o a fazer perguntas. Um entrevistado que quer saber mais demonstra iniciativa e inteligência, por isso diga-lhe para fazer uma ou duas perguntas no final da entrevista e lembre-o para não se esquecer de agradecer a oportunidade que lhe deram pela entrevista. A atitude, por vezes, conta mais do que a aptidão! 

Gostou deste artigo? Esperamos que sim! Clique no ‘Gosto’ ou deixe-nos um comentário. Talvez também lhe interesse ler mais sobre Oral-B: há muito conteúdo, e muito interessante, sobre saúde oral!. 

Confirme os seus dados pessoais

Para finalizar o processo, preencha por favor os dados seguintes