10 TÉCNICAS DE COZINHA QUE DEVE CONHECER!

10 TÉCNICAS DE COZINHA QUE DEVE CONHECER!

Quando está a cozinhar, sobretudo se está a seguir uma receita ou algum tutorial na Internet, é muito fácil deparar-se com termos que já terá ouvido muitas vezes mas que não sabe exatamente o que significam. Vamos ajudá-la a esclarecer as suas dúvidas mais comuns. De seguida estará a cozinhar sorrisos:


Existem de certeza alguns termos de cozinha de que já ouviu falar mas não sabe muito bem o que significam. Dez técnicas que, certamente, utiliza quando cozinha!

Na verdade existem mais algumas, mas agrupamo-las em dez pontos básicos para que seja mais fácil encontrá-las. Estas são as 10 técnicas básicas de cozinha que deve conhecer para conseguir enfrentar o fogão:

Conservar, macerar ou marinar

São três verbos muito semelhantes entre si e as três são técnicas muito habituais na cozinha. Vejamos o seu significado! Conservar é colocar um alimento cru, inteiro ou em partes, num preparado denominado conserva (composto especialmente por vinagre, sal, orégãos, alhos e/ou pimentão-doce), com o objetivo de lhe conferir um aroma especial, amolecê-lo ou, simplesmente, conservá-lo (por exemplo, conservam-se peças de caça). Macerar quer dizer impregnar diferentes alimentos com vinho ou licores para que adquiram o seu sabor (ou seja, o macerado costuma ser feito com álcool). E, finalmente, marinar significa introduzir peixe ou carne num líquido (vinhos, vinagre com ervas, especiarias, salmouras, etc.) durante determinado tempo, para que amoleçam e adquiram aroma. Portanto, a marinada é sempre líquida, a conserva pode ser sólida ou líquida.

Banho-maria

Consiste em inserir um recipiente com o alimento dentro de um outro recipiente com água ao lume, para que o seu conteúdo receba um calor suave e constante. Utiliza-se o banho-maria para preparar conservas e sobremesas, tais como pudim-flan e outros. Também é o método ideal para aquecer alimentos mais delicados, por exemplo para fundir chocolate sem que este queime ou toste.

Branquear ou escaldar

Na cozinha dá-se o nome de escaldar a colocar algo, durante muito pouco tempo, em água a ferver. Depois esfria-se em água com gelo (para parar rapidamente a sua cozedura). O objetivo costuma ser tornar mais fácil a tarefa de descascar o alimento, como acontece com os tomates, ou evitar alterações na cor, como ocorre com alguns legumes, se forem escaldados antes de serem congelados.

Panar

É simplesmente passar um alimento previamente temperado por farinha, ovo batido e pão ralado, com o objetivo de o fritar. É utilizado com, por exemplo, carne, peixe ou legumes.

Escalfar

Trata-se da cozedura de um alimento em água ou em caldo sem que chegue a ferver e faz-se, especialmente, com ovos sem a casca. O ato de passar os ovos por água antes que esta comece a ferver (ou precisamente nesse momento) evita que a clara se espalhe na água. Já todos comemos ovos escalfados, não é verdade?

Flambar ou flamar

Regar um preparado ou um prato com licor e pegar-lhe fogo. Quando se adiciona licor a um preparado, a diferença de sabor entre um alimento que foi flambado e outro que não o foi é notável, por isso utiliza-se esta técnica (sempre com muito cuidado!) tanto com pratos salgados, como carnes, como com pratos doces, como sobremesas.

Guisar, refogar ou fritar

Guisar é, simplesmente, preparar os alimentos submetendo-os à ação do fogo. Refogar e fritar são termos mais concretos, pois significam cozinhar um alimento em lume brando, sem que ganhe cor ou deixando-o alourar parcialmente. Trata-se de fritar ou cozinhar os alimentos em lume brando para que fiquem mais escuros mas sem que ganhem demasiada cor.

Reduzir

Diminuir o volume de um preparado líquido pela evaporação. Esta técnica é geralmente realizada fervendo o líquido ao lume e fazendo com que fique mais concentrado. Os preparados culinários mais comuns com os quais se utiliza uma redução são consomês provenientes de caldos, salteados e caldas.

Saltear

Cozinhar um alimento em lume forte, durante um curto espaço de tempo (geralmente numa frigideira), para que fique dourado por fora e suculento por dentro. Vê a diferença entre refogar ou fritar?

Peneirar

Passar determinados alimentos por um coador ou peneira, tal como a farinha, para a tornar mais fina e retirar as impurezas.

O que pensa deste “mini guia” de termos culinários? Aprendeu algo novo? Esperamos que sim e que, desta forma, consiga entender melhor os livros de cozinha. Assim será mais fácil divertir-se enquanto cozinha. Todos os dias se aprendem coisas novas!

Gostou deste artigo? Esperamos que sim! Clique em gosto ou deixe-nos ou um comentário. Talvez queira ler mais Entradas.

Registration

Torne-se membro do Para Mim e beneficie de ofertas exclusivas

Torne-se Membro

Confirme os seus dados pessoais

Para finalizar o processo, preencha por favor os dados seguintes