Futuro sustentável: onde podemos mudar de hábitos?

Futuro sustentável: onde podemos mudar de hábitos?

O futuro sustentável apenas depende de nós e da nossa vontade em fazer realmente a diferença. Vamos contribuir todas para um futuro melhor.


Não podemos nunca acreditar que aquilo que fazemos é apenas uma gota de água no oceano e que não vai levar a nada. São todas as pequenas gotas juntas que fazem o oceano, não é verdade? Então, uma pequena coisa aqui, outra ali. Mudar a opinião da família ou dos amigos e levá-los a mudar alguns hábitos poderá fazer a diferença na sustentabilidade do nosso futuro mas, principalmente, no futuro das novas gerações. Mas onde podemos mudar esses hábitos?

Para mim essa mudança de hábitos começa em pequenas coisas. Na questão de economizar recursos naturais como a água e os combustíveis, mas também na eletricidade.

Dando exemplos mais concretos, usando as máquinas de lavar no máximo da sua capacidade, não deixar torneiras abertas em coisas simples como lavar os dentes ou a louça. Evitar sair de carro em pequenas viagens, ou melhor rentabilizar as nossas viagens de automóveis para que apenas de uma vez só sejamos capazes de dar as nossas voltas todas, e ao mesmo tempo usar transportes públicos sempre que possível.

Ter atenção aos detergentes que usamos para que sejam os “mais amigos do ambiente” e não contenham agentes poluidores que contaminam durante anos os solos e as águas.

Ser capaz de fazer reciclagem – não só separar o vidro, o papel e os plásticos e metais, mas também as pilhas, baterias (que são agentes altamente contaminadores), mas também os óleos alimentares, os medicamentos e os eletrodomésticos. Há ecopontos espalhados em todo o país para colocar todos estes artigos.

Mas há também outras coisas que nos podem garantir uma maior sustentabilidade e que se fazem há muito cá em casa. Comprar frutas e legumes nacionais e da época, além de ajudar a economia do país, evita transportes desnecessários de alimentos estrangeiros e assim “poupa” o ambiente, fazendo com os preços também se possam tornar mais competitivos. E consumir produtos da época evita o uso de técnicas mais agressivas e de aumento de preços em produzir produtos em estufas ou em condições especiais.

Registration

Torne-se membro do Para Mim e beneficie de ofertas exclusivas

Torne-se Membro

Melhor ainda se preferirmos frutas e legumes biológicos, que não usam químicos e que são, portanto “amigos do ambiente” e da saúde.

E quem diz consumir frutas e legumes nacionais, diz carne e peixe, laticínios, azeite e leguminosas e tudo aquilo que sabemos que o nosso país produz bem e em qualidade.

Devemos ter atenção ao peixe que comemos – e que deve sempre ser peixe sustentável e não espécies que estão em vias de desaparecer por consumo excessivo.

E atenção à maneira como são produzidos e abatidos os animais que consumimos. Por vezes, quando se fala em futuro sustentável, é necessário ver além do preço mais baixo (por mais difícil que isso seja em alturas de crise, que tal fazer algumas concessões?).

Estas são algumas das ideias de sustentabilidade que se aplicam aqui em casa. E que ideias tem mais para sugerir?

Confirme os seus dados pessoais

Para finalizar o processo, preencha por favor os dados seguintes

josinha

josinha

Reportado

Parabéns Joana. Mais um artigo muito bom e que relembra o quão fácil é tomarmos medidas para conservarmos e melhorarmos o nosso planeta.

  • Reportar

Máquina de barbear

Gillette Fusion Proshield

Gillette

€2,00

de desconto

Technologia de lubrificação Proshield antes e depois das lâminas. Escudo contra a irritação **

Máquina de barbear

Gillette

Gillette Fusion Proshield

Para imprimir os cupões, por favor utilize um computador ligado a uma impressora.