SOBRE AS PERDAS DE URINA… VERDADES OU MITOS?

SOBRE AS PERDAS DE URINA… VERDADES OU MITOS?

Fala-se muito da incontinência urinária ou de perdas de urina, mas será que é verdade tudo o que se diz ou são apenas mitos que não devemos fazer caso? Descubra-o!


Embora pareçam verdade, confiamos muitas vezes no que ouvimos sobre determinados temas. Não se deixe enganar no que diz respeito às perdas de urina!

1. Só as mulheres que já tiveram filhos e as pessoas idosas é que sofrem de perdas de urina… FALSO!

Embora o risco de incontinência aumente com a idade, qualquer pessoa pode sofrer de incontinência urinária, de um tipo ou de outro, em qualquer momento da sua vida.

Há muitas circunstâncias que podem provocar as perdas de urina. As mais comuns são as seguintes:

  • A gravidez e o parto. Podem afetar as estruturas de suporte do pavimento pélvico, como os músculos e ligamentos. Os exercícios para o pavimento pélvico após a gravidez irão ajudá-la a exercer um maior controlo sobre as perdas de urina, caso necessite.
  • A menopausa. Quando a incontinência está relacionada com esta etapa da vida da mulher, deve-se a uma queda significativa dos níveis de estrogénio. Os sintomas mais comuns são uma maior necessidade de ir à casa de banho e a urgência repentina. Consulte o seu médico durante um dos seus check-ups periódicos.
  • O excesso de peso exerce pressão sobre a bexiga, a uretra e os músculos do pavimento pélvico. Felizmente, a perda de peso pode reduzir esta pressão.
  • Os desportos demasiado intensos podem conduzir a perdas de urina, devido às exigências excessivas impostas sobre a bexiga e que podem dar lugar a perdas involuntárias de urina.

2. Só existe um tipo de incontinência… FALSO!

Existem diferentes tipos de incontinência. Os principais tipos são os seguintes:

  • A incontinência de urgência, que ocorre quando se sente uma forte vontade de urinar, mas nem sempre se consegue chegar a tempo à casa de banho. Pode afetar qualquer pessoa em qualquer idade.
  • A incontinência de esforço, que é a perda involuntária ou incontrolada de urina, quando tossimos, espirramos ou rimos. Este tipo é ainda mais comum entre as mulheres jovens do que nas de mais idade.  
  • A incontinência mista, que é a combinação de sintomas das duas anteriores.

3. Ter a bexiga sensível é uma situação muito rara… FALSO!

  • A incontinência urinária afeta uma em cada três mulheres com mais de 18 anos de idade*.
  • Mais de metade das mulheres nunca procura a ajuda do seu médico**.

4. Deve beber o menos possível se tiver a bexiga sensível… FALSO!

Não há necessidade de deixar de beber para diminuir a necessidade de ir à casa de banho. Nunca se esqueça da importância de manter-se hidratada! Beber muita água pode aumentar a frequência e a urgência de urinar. Mas se não ingerir água em quantidade suficiente, a única coisa que conseguirá é fazer com que a sua urina fique muito mais concentrada e que aumentem as possibilidades de irritação da bexiga e do aparelho urinário. O que, por sua vez, pode também aumentar o risco de incontinência. Além disso, beber água também ajuda a reduzir os odores!

*Abrams P, L Cardozo, Fall M et al. 2002. A normalização da terminologia da função do aparelho urinário inferior: relatório sobre a padronização. Subcomité da Sociedade Internacional de Continência. Neurourol Urodyn. 21: 167-168; Revisão sistemática e avaliação de métodos de avaliação da incontinência urinária. Martin et al., Saúde e Avaliação de Tecnologias, 10 (6): 1-132, 2006
 **  O'Donnell M, L Victrup, Hunskaar S 2007. O papel dos médicos de clínica geral na gestão inicial das mulheres com incontinência urinária em França, Alemanha, Espanha e Reino Unido. Eur J Gen Pract. 13: 20-26 [realizado em quatro países europeus, respetivamente, França, Alemanha, Espanha e Reino Unido]

No Para mim encontrará vários artigos dedicados a esta temática. Não quer dar uma vista de olhos? Talvez também lhe interesse ler mais sobre perdas de urina.

Registration

Torne-se membro do Para Mim e beneficie de ofertas exclusivas

Torne-se Membro

Confirme os seus dados pessoais

Para finalizar o processo, preencha por favor os dados seguintes