CONSELHOS SOBRE O PERÍODO

CONSELHOS SOBRE O PERÍODO

Quando sabes o que vai acontecer, é mais fácil lidar com os altos e baixos. Por isso, tenta evitar situações de stress quando sabes que te vais sentir cansada ou irritável e planeia os acontecimentos especiais para quando souberes que estarás com as pilhas recarregadas e cheia de energia. Com a experiência, irás aprendendo como o teu corpo reage. Se, alguma vez, tiveres algum sintoma anormal, consulta o teu médico.


Tome nota destas dicas simples e viver normalmente:

  1. Aceita amenstruação com naturalidade, visto ser um sintoma de saúde na mulher e uma prova de que te estás a desenvolver corretamente.
  2. Não permitas que o período afete o teu estilo de vida.
  3. Escolhe o sistema de proteção menstrual que mais se adeqúe às tuas necessidades, partindo do princípio de que todos são igualmente seguros.
  4. Se decidires usar tampões, uma atitude relaxada e positiva facilita a sua inserção.
  5. Escolhe o grau de absorção adequado ao teu fluxo consoante o momento do período. Em caso de dúvida, relativamente aos tampões, usa sempre o de menor absorção:
    - Lites: ideal para a primeira vez ou para os dias de muito pouco fluxo (<6 g)
    - Regular: para os dias de fluxo ligeiro a moderado (6-9 g)
    - Super: para os dias de fluxo abundante (9-12 g)
    - Superplus: para os dias de fluxo muito abundante (12-15 g)
  6. Substitui tampão de 4 em 4 horas, aproximadamente. Quando o removeres, observa-: se ainda restar fibra branca intacta, quer dizer que precisas de um tampão com um grau de absorção menor. Por outro lado, se, antes de passarem 4 horas, sentires que começa a ficar cheio, vais precisar de um tampão com maior capacidade de absorção. Lembra-te: nunca demores mais de 8 horas a mudá-lo.

O que é a dismenorreia?

Durante o período, as raparigas e as mulheres podem, frequentemente, sentir dores menstruais, no abdómen e nas costas. O período doloroso, medicamente designado por dismenorreia, é muito comum entre todas as raparigas e mulheres. Uma em cada três tem-no.

O que é que podes fazer?

Existem muitas formas de aliviar estas dores. O truque está em descobrir aquele que resulta contigo. Se for possível, deita-te ao primeiro sinal de dor e aplica calor no teu abdómen. Um banho quente e relaxante também te ajudará, assim como massajar a zona que dói. Se as dores forem muito intensas e persistentes, consulta o teuginecologista. O teu médico é a pessoa mais indicada para te dar conselhos ou para te recomendar algum tipo de tratamento personalizado. Não hesites em pedir a sua opinião.

Atrasos no período, períodos irregulares ou pouco frequentes

Em raparigas jovens, são bastante normais. São necessários vários anos para o ciclo menstrual e os períodos serem estáveis e, até então, podem existir intervalos irregulares. Se passarem mais de 6 semanas entre os períodos é algo que não deve preocupar-te - em princípio - durante os primeiros anos de período.

A perda de peso, uma doença, mudanças na alimentação, uma atividade física excessiva ou o stress podem atrasar o período ou darem-te a impressão de que estás a "saltar" períodos.

É muito importante que o aporte calórico seja o adequado para esta idade, já que, se não for suficiente, o teu organismo utilizará os nutrientes para o gasto energético e não para o desenvolvimento do teu corpo. Se estiveres no fim da tua vida fértil, este atraso também pode ser um sinal precoce da menopausa. Se o teu ciclo menstrual mudou, sangras entre períodos, os teus períodos desaparecem ou tens outros sintomas, deves consultar o teu ginecologista.

Artigo elaborado pelo Comité Médico de Saúde da Mulher Dexeus - Fundação Dexeus Saúde da Mulher.

Gostou deste artigo? Esperamos que sim! Clique em gosto ou deixe-nos ou um comentário. Talvez queira ler mais sobre Alimentação saudável para adolescentes o O período sem regras!

Registration

Torne-se membro do Para Mim e beneficie de ofertas exclusivas

Torne-se Membro

Confirme os seus dados pessoais

Para finalizar o processo, preencha por favor os dados seguintes

Casa Margarida