Comida saudável: Cultivo de legumes biológicos caseiros para leigos

Comida saudável: Cultivo de legumes biológicos caseiros para leigos

Porque não dedicar-se à jardinagem e cultivar você própria os seus jantares saudáveis e nutritivos?


Todas sabemos que as frutas e os legumes têm muitas vitaminas e minerais e que estes devem fazer parte da nossa alimentação diária. Mas o melhor mesmo é comê-los o mais frescos possível e para isso, nada como tirá-los da terra diretamente para o prato – ou, dito de outra maneira, ter a sua própria horta.
Para plantar e cultivar os seus próprios produtos hortícolas não precisa de ter um terreno enorme nem muito tempo livre ou vastos conhecimentos na área. Alguns legumes podem ser plantados em vasos (alguns também dão belas flores), enquanto outros só precisam de uma varanda ou de um cesto pendurado. Mas mesmo uma janela soalheira pode transformar-se numa horta muito produtiva. Terá mais escolha se geminar as sementes você própria (e sempre fica mais barato), mas se acha que isso dá muito trabalho, compre os pés ainda pequenos num horto. Se vai cultivá-las em vasos, prefira as plantas anãs ou os legumes Baby e compre só aquelas variedades que sabe que gosta e que vai comer.

Apostas certas para colheitas abundantes

Courgettes
Duas ou três plantas são suficientes para uma família de quatro pessoas. São fáceis de cultivar em vasos e as suas folhas grandes e as suas bonitas flores amarelas também são comestíveis. Precisam de muita humidade, por isso regue-as frequentemente.
Benefícios para a saúde: vitamina C, betacaroteno, ácido fólico e potássio. São baixas em calorias.

Rabanetes
Se quer fazer uma colheita fácil e rápida, são imbatíveis: vai conseguir comer os rabanetes criados por si num mês. Semeie poucos e com frequência para evitar que se acumulem. Crescem bem em vasos ou em canteiros.
Benefícios para a saúde: baixo em calorias, ricos em potássio, magnésio, ácido fólico e vitamina C.

Salada
As variedades que se cortam e voltam a crescer são uma excelente escolha. Este tipo de colheitas são sem dúvida melhores se forem cultivadas desde as sementes. Plante-as com um intervalo de duas semanas para garantir que vai mantendo o stock. É possível comprar embalagens com sementes de vários tipos de legumes para salada e com isto vai conseguir ter sempre saladas iguais às que vêm embaladas, sem muito esforço, e por um décimo do preço.
Benefícios para a saúde: Vitamina A e C, cálcio, potássio – as variedades de folhas escuras são mais nutritivas.

Espinafres
Pode não chegar a ter os músculos do Popey, mas comer espinafres faz mesmo bem à saúde. Opte por variedades perenes, assim terá sempre. Este é um dos poucos legumes que se adapta bem em ambientes com pouca luz, desde que se mantenham húmidos.
Benefícios para a saúde: ferro, vitaminas do tipo B, vitamina A e K, fibra, ácido fólico, cálcio, magnésio, fósforo, potássio, cobre e manganésio (fiu!)

Batatas
As batatas acabadas de desenterrar são mil vezes mais saborosas do que as que se compram no supermercado. Pode comprar sacos de cultivo nos hortos, o que facilita bastante o sucesso do seu cultivo. Senão, pode fazer os seus usando um saco de plástico forte e cortando buracos de drenagem na base.
Benefícios para a saúde: hidratos de carbono, vitamina C, vitaminas no tipo B, ácido fólico e fibras.

Feijões e ervilhas
Como são plantas trepadeiras, crescem bem em vasos, mas deverá colocar-lhes uma rede ou canas para se sustentarem. E as flores também são bonitas.
Benefícios para a saúde: vitaminas do tipo B, vitaminas A e C, ferro e ácido fólico.

Cenouras
As cenouras Chantenay são ideias para plantar em vasos, dado o seu pequeno tamanho. Para outras variedades vai precisar de um vaso ou canteiro mais profundo de modo a que possam crescer (as cenouras são tubérculos, a raiz da planta). As folhas da planta parecem penas exuberantes e as flores brancas também vão dar cor aos seus canteiros.
Benefícios para a saúde: vitaminas A, C e K, fibras, ácido fólico, ferro, potássio e cobre.

Beterraba
Excelentes para cultivar em vasos. Se gosta de beterrabas pequeninas e doces, consegue fazer a primeira colheita em 12 semanas. Aproveite as folhas para as suas saladas.
Benefícios para a saúde: vitamina C, fibra, potássio, magnésio, manganésio, ácido fólico.

Ideias para cestos

Tomate
Escolha uma variedade trepadeira e cultive-os num cesto suspenso: os tomates cherry da variedade "Tumbler" são ideais. Passe a fertilizar de quinze em quinze dias assim que os frutos se começarem a formar.
Benefícios para a saúde: vitaminas A e C.

Morangos
Os pés pequenos (chamados vergônteas ou estolhos) de morangueiro são perfeitos para cestos ou vasos altos. As suas plantas vão durar mais de um ano – e no segundo ano e seguintes ainda vai obter uma colheita melhor; além disso, pode facilmente fazer explantes de um pé para criar novas plantas que serão exatamente iguais à "planta mãe".
Benefícios para a saúde: vitamina C (muita) e ácido elágico – que, segundo se pensa, ajuda a prevenir o cancro.

Maravilhas de interior
As ervas de cheiro, como o manjericão, a salsa, o cebolinho e os coentros, são excelentes para plantar na janela da cozinha. Assim terá sempre ervinhas prontas a colher quando precisa, para dar aquele saborzinho bom a qualquer receita. Também pode tentar germinar algumas sementes para dar um toque ainda mais saudável às suas saladas.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

anonymous-953878

anonymous-953878

Adoro comida saudável. As minhas filhas são vegetarias e eu apreendi a comer vegetariano. Recomendo este estilo de vida para uma vida mais saudável.

Reportar
  • Reportar
Só uma mâe sabe...
calendário menstrual
Os teus imprescindíveis para a praia
Alimentação saudável para adolescentes
A nutrição que os adolescentes necessitam

Alimentação saudável para adolescentes

As raparigas mudam muito entre os 10 e os 18 anos, por ser esta a etapa em que se desenvolve a sua fisionomia adulta. Por isso, precisam de uma boa dieta que defina as bases de um crescimento saudável. Apresentamos aqui algumas noções, mas se tiver dúvidas, o melhor é consultar o seu médico de família.